Neoterapias

A perda involuntária da urina pode ocorrer aos esforços pela fraqueza do esfíncter uretral (Incontinência urinária de esforço) ou mesmo em repouso, excesso de contrações da bexiga durante o enchimento (Hiperatividade da bexiga).  Normalmente existe uma perfeita coordenação entre a bexiga e o esfíncter (músculo que funciona como uma válvula que fecha a uretra impedindo a saída da urina). A maioria das pessoas possui completo controle sobre esse processo, permitindo o enchimento da bexiga entre 400 ml e 500 ml, sem que ocorram perdas urinárias.  Na fase de enchimento a bexiga está relaxada e o esfíncter contraído. Na fase de esvaziamento da bexiga é necessária uma perfeita coordenação entre a contração do músculo da bexiga e o relaxamento do esfíncter.  O desequilíbrio deste sincronismo é que resulta na disfunção urinária.  As causas da IU masculina são bastante variadas e a identificação da origem é essencial para o tratamento adequado.  A perda de urina pode ser temporária ou permanente, mas em ambos os casos afeta dramaticamente a qualidade de vida, comprometendo o bem-estar físico, emocional, psicológico e social dos portadores desta condição.   Muitos homens com disfunção urinária tendem a isolar-se e evitar relações sexuais.  Independente da causa, quanto antes iniciar o tratamento, maiores são as chances do retorno do controle urinário.

A fisioterapia em urologia possibilita a reabilitação do controle urinário.

Agende já seu tratamento para incontinência urinária em Balneário Camboriú ou Florianópolis.

Rakel Neumann

Fisioterapeuta em Urologia e Sexualidade

    Telefone
    +55 47 3268-0585
    +55 47 99684-6202