Neoterapias

Os principais tratamentos para o câncer da próstata são a retirada ou raspagem da próstata e a radioterapia.

Os efeitos colaterais do tratamento de câncer dependem em grande parte do tipo e da extensão do tratamento, mas na maioria dos casos, prejudicam a ereção.

A ereção peniana inicia quando os estímulos dos nervos dos corpos cavernosos estimulam a dilatação das artérias que levam sangue para o pênis. Estes nervos são pequenos e finos e passam muito próximos à próstata.

Durante a cirurgia, eles podem ser cortados, lesados pelo calor provocado pelo eletrocautério (aparelho usado para cortar os tecidos e coagular os vasos) ou pela tração, lesões que podem ser temporárias ou permanentes. Também pode ocorrer lesão nos vasos sanguíneos que levam sangue para o pênis ou desenvolvimento de cicatrizes internas que limitam a capacidade do pênis de expandir e manter o sangue em seu interior durante a ereção.

A radioterapia também pode lesar as mesmas estruturas, levando a disfunção erétil.

A reabilitação sexual auxilia a acelerar e potencializar o retorno da função erétil.

As melhoras também variam, pois dependem do grau de lesão sobre as estruturas responsáveis pela ereção.

A fisioterapia pélvica atua como aliada na reabilitação pós prostatectomia. Aparelhos de eletroestimulação, laser, vacoterapia e exercícios aceleram a recuperação.

Quanto antes iniciar a reabilitação, maiores são as chances de sucesso no tratamento.

Agende já sua sessão de fisioteapia em Balneário Camboriú u Florianópolis.

Rakel Neumann

Fisioterapeuta em Urologia e Sexualidade

    Telefone
    +55 47 3268-0585
    +55 47 99684-6202